O que acontece quando a Coca-Cola corta 30% da verba de marketing?

O que acontece quando uma das marcas mais amadas do mundo corta ⅓ de seu investimento em marketing? Muitos argumentam que nada acontece, pois a força da marca é capaz de sustentá-la por muito tempo. Mas, os dados contam outra história.

Durante a pandemia muitas marcas experimentaram mudanças drásticas de estratégia. Cortes antes impensáveis. Mudanças radicais na estratégia de canais. O resultado foi um experimento ao vivo e de proporções globais sobre como consumidores e marcas reagem a estas grandes mudanças. Ideias que antes eram suposições teóricas puderam ser comprovadas na prática.

Em 2020 a Coca-Cola decidiu cortar 35% de seu investimento em marketing, enquanto a Pepsi manteve o mesmo nível do ano anterior. Como resultado, a Coca-cola teve uma queda de 11% em sua receita líquida, enquanto a Pepsi cresceu 4,8% (dados da WARC). 

É claro que o investimento não pode ser analisado por si só e a estratégia de marketing também teve um impacto direto nestes resultados. A Coca-Cola concentrou seus recursos em mídias digitais e eliminação de marcas ‘zumbis’. Já a PepsiCo dobrou o uso de dados do consumidor, insights centralizados e vendas diretas ao consumidor.

Mas, de forma geral, é possível extrair um grande aprendizado deste experimento. O sucesso de uma marca depende diretamente de quatro pilares principais: estratégia, criatividade, tempo e dinheiro. Você não pode cortar um destes pilares e ainda assim esperar que a marca permaneça de pé. Nem mesmo a Coca-cola.

Sobre a autora, Daniele Lazzarotto

A Dani é formada em publicidade e pós-graduada em branding. Tem mais de 10 anos de experiência como estrategista, já tendo atendido diversas marcas nacionais como: Walmart, Sicredi, Piccadilly, Fleishmann e Iplace. Seu trabalho é referência no RS já sendo reconhecida com diversos prêmios, inclusive o de melhor profissional de planejamento pela Associação RioGrandense de Propaganda. Foi presidente do Grupo de Planejamento do RS por três anos e ainda participa da diretoria atual. Há cerca de 2 anos tornou-se empreendedora e fundou a Cordão (www.cordao.cc), consultoria que vem desenvolvendo estratégia para marcas como: Agibank, Boticário, FreeSurf, PUCRS, Share, Tramontina entre outros. Além disso, a Dani acredita em compartilhar conhecimento e é professora de diversos cursos livres e programas de pós-graduação.

Foto da Daniele neste link.

Sobre a Cordão

Atua há dois anos no mercado e acredita que a clareza estratégica muda os rumos de qualquer negócio. É uma consultoria focada em auxiliar as empresas a repensarem suas marcas e construir relações positivas com seus públicos. Atualmente, desenvolve projetos para Agibank, Boticário, FreeSurf, Pucrs, Rede Marista, Tramontina, WebContinental, entre outros. 

Mais informações:

Daniele Lazzarotto – (51) 99268-4746
dani@cordao.cc
Instagram: cordao.cc
www.cordao.cc

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×